+ Mais notícias

É conversando que a gente se entende

Estive em São Cristóvão hoje à tarde para conversar com os comerciantes das ruas Figueira de Mello e São Cristóvão, em busca de uma solução para diminuir o impacto das obras de desvio do Rio Joana, que resultaram em alguns bloqueios na região.

Após ouvir os relatos e reivindicações dos comerciantes e moradores, vamos avaliar as melhores alternativas para o caso. Por isso que fiz questão de vir aqui e também trazer comigo representantes das secretarias de Saneamento e Recursos Hídricos, Conservação, CET-Rio e da Subprefeitura do Centro, porque é graças ao diálogo que a Prefeitura do Rio vem mudando a cidade.

Após a rodada de negociações ficou acertado que os motoristas que seguirem pela Rua Figueira de Melo encontrarão um trecho em mão dupla entre as ruas Pedro II e São Cristóvão. Quem quiser chegar à Rua Escobar, pela Rua Figueira de Melo, precisará dobrar à direita passando pela Rua São Cristóvão e depois pegar à esquerda chegando ao destino programado. A Rua Escobar voltará a ter o sentido original de mão única em direção ao Campo de São Cristóvão.

Também acertamos que a obra de desvio de parte do Rio Joana será realizada em três turnos (manhã, tarde e noite) e em três etapas, sendo que só a última delas atingirá o cruzamento das ruas Figueira de Melo e São Cristóvão. E vamos fazer uma intervenção na Rua São Cristóvão, entre as ruas Escobar e Benedito Otoni para facilitar o acesso dos veículos à área do comércio. E a CET-Rio irá reimplantar as áreas de estacionamentos existentes antes do início das obras e, ainda irá criar mais 15 vagas apara atender a demanda do comércio da região.

As obras de desvio do Rio Joana fazem parte do Programa de Controle de Enchentes da Grande Tijuca. É o maior túnel de drenagem do país, com 2.400 metros, sendo 1.700 metros em rocha e 700 em solo. Já inauguramos o reservatório da Praça da Bandeira e há duas semanas, o reservatório da Praça Niterói, que juntos têm capacidade para 58 milhões de litros de água.

Com o desvio do Rio Joana e a construção do reservatório da Praça Varnhagem esperamos dar um fim ao problema de enchentes da região da Praça da Bandeira e Grande Tijuca.