+ Mais notícias

Homenagem aos Servidores Olímpicos 

Os servidores aposentados inscritos no Programa Servidor Olímpico foram recebidos hoje numa cerimônia no Palácio da Cidade. O programa prevê a experiência dos servidores inativos, que trabalharam anos e anos na Prefeitura do Rio, para participarem da preparação e realização dos Jogos Rio 2016.

Só quem conhece o serviço público sabe o grau de dedicação e a capacidade de entrega dos servidores da Prefeitura do Rio. Por isso, criamos o programa,  para dar essa oportunidade a esses profissionais que sempre trabalharam pela nossa cidade. Os servidores do programa vão fazer toda a diferença nas Olimpíadas e Paralimpíadas. Tenho certeza de que todos vão dar tudo de si para que a festa seja sensacional.

Além da oportunidade dada a esses profissionais, está sendo muito gratificante saber que o programa está melhorando a autoestima de pessoas como a Dona Maria da Luz, de 70 anos, que depois de dez anos aposentada, vai voltar a trabalhar. “As pessoas nos discriminam, acham que depois que ficamos velhos, acabou. E não é assim. O corpo envelhece, mas o resto, não. É muito bom me sentir útil novamente”, disse, animada, posando ao lado da réplica da tocha olímpica.

O programa está sendo um recomeço para a técnica de enfermagem, Mônica Regina, que se aposentou em março devido a um câncer. “Pulei de alegria quando vi que havia sido sorteada. É uma oportunidade de mostrar que ainda tenho algo para dar para essa cidade, depois do câncer, da quimioterapia e da radioterapia. É uma alegria poder oferecer alguma coisa para essa cidade que eu amo tanto. E tenham a certeza de que o meu nome vai estar lá, e vou dar o meu sangue”, promete a técnica de enfermagem de 47 anos.

No mês passado, o Comitê Rio 2016 promoveu dinâmicas com 1.120 servidores inscritos. Na primeira dinâmica, os participantes foram recebidos com explicações sobre os jogos, locais de atuação, interação com as áreas em que atuarão. Na dinâmica de alocação, os servidores ficaram à vontade para demonstrar suas habilidades de atuação em grupo, exporem suas experiências em trabalhos anteriores e tirarem dúvidas em relação às funções a serem executadas nos Jogos Rio 2016. Agora em dezembro, o programa vai analisar a melhor adequação entre os perfis dos servidores aprovados e as vagas. O servidor começará a atuar de acordo com o cronograma de preenchimento de vagas estabelecido pelo Rio 2016. As primeiras vagas começarão a ser preenchidas já em janeiro de 2016.

Os candidatos aprovados receberão uma ajuda de custo mensal correspondente a 50% do valor de seus rendimentos, até o teto de R$ 1.500,00, curso gratuito de inglês online por um ano, treinamento presencial e online, uniforme, alimentação e auxílio transporte.

O encontro no Palácio da Cidade contou com a apresentação do coral Atrás da Nota, das mascotes dos Jogos, Vinicius e Tom, e dos atletas Giovane Gávio e Ricardo Prado. O servidor Rogério Lindgren Carneiro, de 80 anos, foi escolhido como representante dos servidores para carregar a tocha olímpica no ano que vem.

“Foi uma surpresa muito grande ser o primeiro servidor a ser sorteado para cumprir com essa função. Vou me preparar para correr alguns metros, afinal este símbolo olímpico é o que há de mais precioso”, comemorou Rogério.