+ Mais notícias

Mais escolas e oportunidades na Maré

Nada me deixa tão feliz quanto inaugurar uma escola. Principalmente quando é construída numa área como a Maré. Por isso, que hoje fiquei duplamente feliz. Ou melhor, quatro vezes mais feliz, porque inauguramos quatro unidades escolares do Campus Educacional Maré, construído por meio do programa Fábrica de Escolas do Amanhã Governador Leonel Brizola.

Hoje mostramos mais uma vez que é possível, sim, 100% das crianças em turno único, chegando pela manhã e saindo à tarde e tendo o dobro do tempo de matemática, o dobro de tempo de português. Estamos plantando essa semente do futuro e isso não vamos parar. Essa cidade tem que ter a capacidade de gerar oportunidades para todos. Justas oportunidades. Para cada criança, para cada adulto, para cada pessoa idosa. Precisamos fazer que uma criança da Maré tenha a mesma chance de outra criança em qualquer lugar que seja.

A gente sabe que a transformação na vida das pessoas começa com a educação. Por isso, que no novo Planejamento Estratégico, a educação é uma das áreas que mais investimos, porque a educação infantil é a fase mais importante na vida. Desde 2009, já entregamos 186 novas unidades escolares na cidade. Apenas neste ano, 119 escolas serão inauguradas, sendo 110 pelo Programa Fábrica de Escolas do Amanhã.

Até dezembro, teremos 35% dos nossos carioquinhas estudando em período integral. Mas a gente quer mais, a gente quer chegar aos 100%. E com 314 escolas vai dar.

As Escolas Municipais Primário Nova Holanda, Primário Osmar Paiva Camelo, Primário Lino Martins da Silva e Ginásio Olimpíadas Rio 2016 irão beneficiar cerca de 3.000 alunos da região da Maré.

E o que é melhor: todos vão passar a estudar em tempo integral, com turno de sete horas.

E não é só. Além do Campus Educacional, que terá mais quatro unidades, o Complexo da Maré ganhará, também, mais outras dez escolas, em um investimento total de cerca de R$ 229 milhões. Isso é igualar oportunidades. E é isso que queremos para o Rio e para os cariocas: uma cidade em que todos tenham as mesmas chances.