+ Mais notícias

Parque do Flamengo moderno, sustentável e seguro

Esta quinta foi dia de discutir um dos maiores cartões postais do Rio, símbolo do Rio cosmopolita e amante do espaço público: o Parque do Flamengo. Acompanhado do secretario de Ordem Pública, Marcus Belchior, me reuni com moradores e comerciantes da região administrativa 4, que abrange os bairros de Botafogo, Catete, Cosme Velho, Flamengo, Humaitá, Laranjeiras e Urca. Em pauta, melhorias para a área de 1.200 metros que há 50 anos nos enche de orgulho.

Durante o encontro anunciamos o inicio, já no dia seguinte, da operação de modernização da iluminação pública com a instalação de 1.300 pontos de iluminação em LED, novos projetores, revitalização dos postes-símbolo do aterro, entre outras medidas que deixarão mais bonito e sustentável um dos parques mais queridos da cidade. A economia oferecida por esta substituição é impressionante: 80% de redução no consumo! Além do cuidado com o meio ambiente, a iniciativa demostra a atenção ao gasto de recursos públicos.

A inovação é fruto de parceria com a General Eletric (GE) e inclui ainda sistema de telegerenciamento, que auxilia o trabalho da RioLuz, uma vez que permite o controle à distância do funcionamento dos pontos, evitando deslocamentos desnecessários. Cidade moderna adota tecnologias econômicas, duradouras e seguras. O Aterro, retrato do Rio que queremos resgatar, passa a ser também um exemplo do Rio que nos acena do futuro.

E as mudanças ali estão só começando. Em breve haverá revitalização e ampliação do deck, melhorias na ciclovia…