+ Mais notícias

Parque Olímpico será legado para a população

Hoje participei da segunda visita guiada para moradores da área de Jacarepaguá ao Parque Olímpico. Assim como na outra ocasião, apresentamos os números do projeto e sua utilização depois dos jogos, sempre frisando os três pilares da construção e gestão do projeto olímpico: legado para a cidade e seus moradores, economia de recursos públicos e entregas no prazo. O parque, aliás, está com 94% das obras concluídas

O encontro teve inicio na Arena do Futuro, palco das competições de handebol nas Olimpíadas e goalball nas Paralimpíadas, que, por ter estrutura desmontável, será transformada após os jogos em quatro escolas – duas na região de Jacarepaguá, uma em São Cristóvão e a quarta em local a ser definido. Lá apresentamos, para um auditório lotado e atento, dados como a proporção de investimentos privados e públicos no projeto.

Faltando pouco mais de seis meses para os jogos, é fundamental reforçar que houve mais investimentos privados (64%) do que públicos nas instalações olímpicas e que o legado – ou seja, projetos que a cidade herda, que têm enorme impacto na qualidade de vida do carioca, como saneamento, rede de transporte de alta capacidade e medidas de controle de enchentes – recebeu quase R$25 bilhões dos R$38 bi de orçamento total.

Esta é uma proporção única em matéria de organização de eventos deste porte, por isso tenho muito orgulho em relembrar, sempre que possível, dados como: para cada real investido em instalações para atletas, cinco foram empregados em obras de legado, ou seja, nas mudanças na cidade que servem de comprovação de que estes serão os jogos da transformação e integração sociais.

E, como nem tudo são números, o encontro serviu ainda para apresentar ao seu público-alvo, o projeto de 50 mil m² de área de lazer em que se transformará a área da via olímpica. Acredito que, assim como acontece em Barcelona, Londres e Helsinki, o “coração” dos Jogos Olímpicos de 2016 atrairá muitos turistas para a região. Porque o Rio de Janeiro nunca foi apenas os cartões postais da Zona Sul, mas as Olímpiadas nos ajudaram a evidenciar isso para todo o mundo.