+ Mais notícias

Segurança e organização no camelódromo

Às vezes é fundamental estar atentos às oportunidades que surgem das crises. A terrível sensação de desamparo vivida pelos comerciantes do camelódromo da Uruguaiana que, em outubro do ano passado, perderam suas mercadorias em um incêndio, deu lugar, neste sábado, ao alívio. A área afetada, correspondente a 10% de todo o mercado popular, recebeu 71 refletores, 32 luminárias de emergência, 75 ventiladores de parede com 500 mm de diâmetro, cobertura metálica e um sistema de combate a incêndio. A obra, orçada em R$ 3,4 milhões, foi licitada e fiscalizada pela RioUrbe, órgão vinculado a Secretaria Municipal de Obras.

Além da requalificação, que traz tarnquilidade para esses microempresários, os 216 novíssimos boxes foram entregues já com certificação e alvará, eliminando qualquer burocracia. E os comerciantes saem desse episódio fortalecidos como classe, já que a prefeitura também mediou a organização de um grupo de representantes para a categoria.

Para evitar novos acidentes, o projeto contou com a instalação de equipamentos de proteção e combate ao fogo. Foram instaladas sete caixas metálicas com duas mangueiras de 15 metros em acordo com o padrão estipulado pelo Corpo de Bombeiros. A área também foi interligada a um conjunto de seis reservatórios de 5 mil litros totalizando 30 mil litros de água pressurizada.  Nas áreas de circulação de pedestres foram instalados oito extintores de água de 10 litros e oito extintores de gás carbônico de 6 kg.

Já o fornecimento de energia foi organizado com os disjuntores de iluminação dos boxes separados dos disjuntores das áreas comuns do camelódromo. Os quadros de luz também foram condicionados em caixas de alvenaria com porta de aço para maior segurança.

Toda a estrutura dos boxes recebeu acabamento em lambri com pintura esmalte, forro em placas de PVC e piso cimentado com porta de enrolar de chapa metálica. A cobertura de telhas metálicas tipo sanduíche recebeu ainda pintura eletrostática na face posterior com sistema de proteção de descargas atmosféricas (SPDA) em todo o beiral com sistema de para raios.